Inverno pode colaborar para o surgimento de problemas bucais

Por: APCD Mogi das Cruzes

Redação junho 20, 2022 13:26

Com a chegada da estação mais fria do ano, os cuidados com a saúde e o bem estar são intensificados. Neste período, a atenção com os problemas bucais que podem surgir, não deve ser deixada de lado. De acordo com a Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas Regional de Mogi das Cruzes (APCD RMC), o inverno pode aumentar a sensibilidade dos dentes e gerar dores. A síndrome da boca seca é outro problema atrelado a esta época do ano.

A sensibilidade dos dentes atinge diversas pessoas e o incômodo pode se intensificar com os dias mais gelados. “Essa situação ocorre por causa da diferença entre a temperatura do corpo e do ambiente, além do consumo de bebidas quentes. O uso de um creme dental específico para tratar a sensibilidade e a utilização de escova de dente de cerdas macias pode auxiliar no alívio do problema. Se o sintoma persistir, é importante procurar um dentista para identificar as causas”, esclareceu o diretor da APCD RMC, Renato Faury.

As doenças respiratórias se tornam mais comuns durante o inverno, incluindo a sinusite, que causa a inflamação da mucosa dos seios da face. “Ela pressiona os dentes pré-molares o que causa uma dor que pode ser confundida com problemas bucais. Os cirurgiões-dentistas precisam ficar atentos a esses sinais para orientar seus pacientes. Para as pessoas que costumam enfrentar esses problemas, o ideal é manter a doença controlada para evitar crises durante essa época”, recomendou Faury.

O diretor lembrou que no inverno, normalmente, as pessoas acabam reduzindo o consumo de água, hábito que pode colaborar para a xerostomia ou síndrome da boca seca, como é popularmente conhecida. A recomendação é consumir pelo menos 2 litros de água para se manter hidratado. “Esse é um problema típico da estação, o vento e os problemas respiratórios, que fazem com que as pessoas respirem pela boca, colaboram para agravar a situação. A falta de hidratação contribui para o ressecamento da boca, dores de garganta e o mau hálito”, detalhou.

As bebidas mais quentes são uma opção para aliviar os dias mais frios, mas o consumo de cafés, chás e vinhos, pode favorecer o amarelamento dos dentes. “Além disso, outras bebidas como os chocolates quentes, são açucaradas e podem colaborar para o surgimento de cáries. É importante que nesse período as pessoas não descuidem da atenção com a higiene bucal, escovando os dentes após as refeições e não se esquecendo de fazer as visitas regulares ao seu dentista”, ressaltou o especialista.

https://www.asemana.com.br/inverno-pode-colaborar-para-o-surgimento-de-problemas-bucais/

Voltar
banner transparência www.cropsp.org.br